page:47
sinhi.:0
array(2) { ["logueado"]=> NULL ["urlmem"]=> string(0) "" }

Artigos de Interesse Pessoa

Há Vagas! Onde estão os talentos?

Data de publicação 04/04/2011

 

O Brasil passa, diferentemente da década de 80, por um grande crescimento econômico, o qual necessita desesperadamente de profissionais que acompanhem esse crescimento e que faça a perfeita junção entre a oferta e a demanda. Todavia não é isso que se observa, pois sabemos que a educação falha do nosso país gera altos níveis de descapacitação, desemprego e falta de habilidades básicas.

As corporações tem uma queixa unânime, a de que existem vagas abertas, porém há uma grande falta de profissionais capacitados para ocupá-las. De acordo com a presidente da Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH-Nacional), Leyla Nascimento, além da desqualificação de muitos profissionais, não há quantidade o suficiente de pessoas formadas nas áreas mais almejadas do mercado de trabalho, como a de engenharia e saúde.

Essa deficiência, contudo, levou as empresas a terem a iniciativa de formar a sua própria mão de obra, ou seja, capacitar, através de programas de treinamentos, os seus funcionários, já que os mesmos não tem a “bagagem” necessária.

A escassez de pessoas capacitadas, não necessariamente, são para cargos de níveis hierárquicos das empresas, os quais necessitam da educação fundamental ou secundária, pelo contrário, há uma grande deficiência no nível de ensino de muitas Universidades e de oportunidades ofertadas pelas mesmas para que o aluno exerça sua profissão escolhida, levando assim, mais uma vez, a deficiência desses profissionais graduados, o que gera um crescente número de pessoas encaixadas em setores menos necessitados de mão de obra, enquanto que em outros setores há um grande desfalque. Pode-se então entender que o que falta para o desenvolvimento do nosso país é que os governos priorizem a educação.